Ainda dá

Text Resize

-A +A
Paraná perde, mas pode avançar pelo índice técnico

O Paraná Clube segue vivo na 48ª edição da Copa São Paulo Júnior. Apesar da derrota por 3x0 para a Ponte Preta, nesta quinta-feira (12), em Marília, a garotada do Tricolor ainda tem possibilidades de garantir a vaga pelo índice técnico às oitavas-de-final da competição. Para isso, depende de uma combinação de resultados em cinco dos sete jogos programados para amanhã.

O Paraná Clube iniciou a partida pressionando a Ponte Preta. A primeira chance veio nos pés de Rafael Furtado, que chutou para a defesa do goleiro Rodrigo. Só que aos 14 minutos, o Tricolor errou numa saída de bola. A Macaca aproveitou e Rai arrancou pelo meio-campo, tocou para Aaron, que cruzou para o chute certeiro de Thiago, por trás da zaga: 1x0. Apesar da ducha fria, o Paraná não se desorganizou em campo.

Guga fez boa jogada pela direita, aos 25 minutos, tocou para Rafael Furtado, que lançou Allexson. O cruzamento, porém, foi interceptado pela zaga adversária. Pouco depois, o Tricolor reclamou toque na mão do zagueiro pontepretano, no chute de Alesson. Na busca do empate, o Paraná mais uma vez deixou espaços na sua defesa e Hugo teve que se virar para defender o chute cruzado de Aaron, aos 35 minutos.

Apesar da desvantagem parcial, o técnico Luciano Simm elogiou o time. “Gostei. Tivemos posse e criamos muitas oportunidades. Merecíamos melhor sorte. Vamor procurar colocar um pouco mais de força no ataque para o segundo tempo”, analisou. Com essa proposta, o Paraná veio para o segundo tempo disposto a empatar o jogo. Mas, aos 9 minutos, a zaga falhou e na bola rolada para a área, Yuri ampliou. Mesmo com a expulsão do atacante Thiago, da Ponte, o Paraná não chegou ao gol.

Aos 15 minutos, a marcação mais uma vez vacilou e Rai, com um toque sutil, encobriu o goleiro Hugo. Com 3x0, a Ponte administrou a vantagem e mesmo com as entradas de Silva e Paulo Bessa, o Tricolor só ameaçou com Alesson, aos 30 minutos. O meia invadiu a área e carimbou o travessão. No final, o goleiro Rodrigo ainda fez duas grandes defesas. E foi só. O Paraná Clube jogou com Hugo; Dias, Willian (Silva), Jhony e Gabriel Pires; Gabriel Furtado, Claudevan, Alesson e Guga; Allexson (Paulo Bessa) e Rafael Furtado.

 

Departamento de Comunicação - PRC