Correndo por fora

Paraná Clube busca minimizar erros para surpreender o Grêmio, em Porto Alegre
Rafael Grampola comanda o ataque paranista.
Foto: Rodrigo Sanches

Desacreditado por muitos, o Paraná Clube tenta mudar a sua sorte no Brasileirão a partir deste sábado (15). O jogo desta tarde – às 16h, em Porto Alegre – é diante do Grêmio-RS, time apontado como um dos melhores do Brasil na temporada. O técnico Claudinei Oliveira tenta deixar de lado esse favoritismo gaúcho e concentra seu pensamento e dos atletas numa evolução natural da equipe, minimizando erros e tentando ser mais efetivo no ataque.

“Temos feito bons jogos. Acredito que todos têm visto isso. Mas, não adianta fazer partidas equilibradas, sem resultado. Vencer é fundamental para sairmos dessa”, disse o atacante Rafael Grampola. O jogador acredita que o grupo está mobilizado para essa missão, mesmo sabendo que jogam contra os números que conferem ao Tricolor apenas 1% de possibilidades de fuga do rebaixamento. “Não vamos ficar olhando para números e, sim, concentrar naquilo que precisamos fazer em campo”, disse Grampola.

No jogo desta tarde, o técnico Claudinei Oliveira não poderá ficar no banco. A equipe será comandada pelos auxiliares Luciano Gusso e Ademir Fesan, pois o treinador foi expulso pelo péssimo árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva-PA, na partida frente ao Santos. A equipe terá pelo menos uma mudança, com o possível retorno de Leandro Vilela, após cumprir suspensão automática. Resta saber quem sai. A comissão técnica não antecipou a formação nem a estratégia de jogo que será adotada. “Precisamos ter um time equilibrado. Vamos atrás da vitória, mas com organização e todos batalhando juntos”, concluiu Grampola.

Retrospecto

O Paraná Clube tem boa vantagem sobre o Grêmio no histórico de confrontos. Em 29 jogos realizados, são 12 vitórias, 8 empates e 9 derrotas. Os clubes, porém, ficaram quase 11 anos sem se enfrentar, período em que o Tricolor Paranaense esteve fora da elite. Na artilharia, vantagem também para o Paraná, com 37 gols marcados e 30 sofridos.

Arbitragem

O jogo desta tarde terá a arbitragem de Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG). Ele será assistido pelos também mineiros Felipe Alan Costa de Oliveira e Ricardo Junio de Souza. O quarto árbitro será Tiago Augusto Kappes Diel (RS), com os adicionais Eduardo Cordeiro Guimarães (SC) e Evandro Tiago Bender (SC).

 

Departamento de Comunicação - PRC