Cruzeiro vence

Com direito a pênalti inexistente, Paraná Clube perde por 3x1, em Minas Gerais
Cruzeiro faz 3x1 e volta a vencer no Brasileirão.
Foto: Cruzeiro Oficial

O Paraná Clube não conseguiu segurar o Cruzeiro. No Mineirão, o atual campeão da Copa do Brasil fez 3x1. Com a derrota, o Tricolor segue estacionado nos 17 pontos, sem vencer há 17 jogos. Apesar do revés, o técnico Dado Cavalcanti destacou pontos de evolução da equipe, que entrou em campo bastante modificada.

Em relação ao jogo passado, foram cinco mudanças. Duas delas forçadas. Além de Renê Santos, vetado pelo departamento médico, o Paraná não teve ainda o lateral-direito Júnior, com uma lesão na parte posterior da coxa direita. Jesiel entrou na zaga, Wesley Dias foi improvisado na lateral-direita e o Tricolor voltou a jogar com uma linha de quatro defensores.

Só que aos 9 minutos, o Cruzeiro abriu o placar. Um chute errado de Fred virou assistência para Arrascaeta, que conferiu, na saída de Richard: 1x0. O Cruzeiro seguiu pressionando e aos 15 ampliou, com Fred. Desta vez, porém, o Paraná não se deixou abater. Aos 19 minutos, Juninho fez a jogada pela esquerda e cruzou. Alex Santana tentou a finalização, mas a bola explodiu no peito de Egídio e foi para a rede: 2x1.

Sobis ainda mandou uma bola no travessão, mas aos poucos o ritmo das equipes diminuiu e poucas chances foram criadas. No intervalo, Dado Cavalcanti procurou ajustar o time, acreditando na possibilidade de, ao menos, empatar. Mas, logo no primeiro minuto, o árbitro Marcelo de Lima Henrique “inventou” um pênalti de Igor sobre Sobis. O próprio atacante foi para a cobrança e marcou. Os dois treinadores foram mexendo nas equipes, mas poucas chances reais surgiram e o jogo terminou com o placar de 3x1 para o Cruzeiro.

 

Cruzeiro 3x1 Paraná Clube

Cruzeiro: Fábio; Ezequiel, Léo, Dedé e Egídio; Lucas Silva, Lucas Romero e Mancuello (Bruno Silva); Rafael Sobis, Fred (Raniel) e Arrascaeta (David). Técnico: Mano Menezes.

Paraná: Richard; Wesley Dias (Mansur), Jesiel, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Alex Santana e Jhonny Lucas (Alesson); Andrey, Grampola e Juninho (Silvinho). Técnico: Dado Cavalcanti.

Local: Mineirão (Belo Horizonte-MG)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Assistentes: Michael Correia (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)

Gols: Arrascaeta aos 9’, Fred aos 15’ e Egídio (contra) aos 19’ do 1º tempo. Rafael Sobis (pênalti) aos 2’ do 2º tempo

Cartões amarelos: Igor e Rayan (Paraná)

 

Departamento de Comunicação - PRC