Decepção no final

Paraná Clube cria boas chances de gol, mas novamente vacila na bola parada
Zaga estava atenta, mas bola parada decidiu o jogo..
Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

No geral, o Paraná Clube até fez um bom jogo. Criou oportunidades, soube marcar – e também anular – as principais virtudes do Bahia. Mas, nada disso foi suficiente. Com dois gols de Vinícius, no fim da partida, o clube baiano fez 2x0 e impôs a 15ª partida seguida sem vitória do Tricolor. O clube, agora, igualou-se a São Caetano (2006) e América-RN (2007), como os maiores jejuns de vitória no Campeonato Brasileiro da Série A.

Com uma postura diferente – utilizando três zagueiros (um deles, o lateral Igor) –, o Paraná começou melhor a partida e aos 15 minutos, numa jogada espetacular de Deivid, parou nas mãos do goleiro Douglas. Ramires, de cabeça, assustou Richard, mas foi novamente do Tricolor nova chance para a abertura do placar. Na arrancada de Silvinho, Grampola tentou bater por baixo, mas foi interceptado por Douglas.

No final do primeiro tempo, Richard teve que se virar em cobrança de falta de Zé Rafael e escanteio de Ramires, que quase resultou em gol olímpico. Na etapa final, o Bahia veio com mais força ofensiva, mas Richard dava segurança ao Paraná, inclusive em uma longa sequência de escanteios. Aos 12 minutos, no contragolpe de Deivid, foi a vez de Alex Santana exigir grande defesa de Douglas. Os treinadores começaram as mudanças.

Aos 30 minutos, Andrey, que acabara de entrar, recebeu bola recuada de Silvinho e bateu longe do gol. A torcida já vaiava o Bahia, quando aos 40 minutos, em cobrança de falta, Vinícius acertou o canto esquerdo de Richard: 1x0. O Paraná ainda tentou se lançar à frente, mas o Bahia foi mortal no contra-ataque e, aos 44, Vinícius pegou uma sobra da zaga paranista e encheu o pé para fazer 2x0. A 18ª derrota do Paraná Clube na competição.

 

Bahia 2x0 Paraná Clube

Bahia: Douglas; Bruno (Vinícius), Douglas Grolli, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Flávio, Ramires e Zé Rafael (Edgar Júnio); Elber (Nilton) e Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.

Paraná: Richard; Júnior (Jhony Santiago), Renê Santos, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Alex Santana e Silvinho (Nadson); Deivid (Andrey), Rafael Grampola e Juninho. Técnico: Claudinei Oliveira.

Local: Pituaçu (Salvador-BA)

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS)

Renda: R$ 256.229,00

Público pagante: 29.215

Público total: 29.328

Gols: Vínícius aos 40’ e aos 44’ do 2º tempo

Cartões amarelos: Juninho, Andrey e Jhony Santiago (Paraná). Zé Rafael, Clayton e Anderson (Bahia)

 

Departamento de Comunicação - PRC