Dura realidade

Paraná não faz um bom jogo e perde por 3x0 para o Palmeiras, no Allianz Parque
Palmeiras garantiu a festa de sua torcida: 3x0.
Foto: Sociedade Esportiva Palmeiras

Não deu. O Paraná Clube fez um primeiro tempo ruim e, diante de um adversário de qualidade, perdeu por 3x0. Melhor para o Palmeiras-SP, que garantiu a festa dos quase 36 mil torcedores que foram ao Allianz Parque na manhã deste domingo (29). O resultado mantém o Tricolor na ZR e, agora, serão duas decisões em casa, diante de Ceará-CE e Botafogo-RJ para tentar mudar este cenário, até aqui preocupante.

“Na competição, o mando de campo tem muito peso. Nossa campanha, em casa, é boa. Esse mesmo Palmeiras havia perdido para o Fluminense, no Rio, que por sua vez perdeu para o Ceará, em Fortaleza”, comentou o técnico Rogério Micale. “Sei que nesse momento é difícil pedir tranquilidade ao torcedor. Mas, a competição é duríssima, nunca vendi ilusões. Vamos precisar demais dos resultados em casa para nos mantermos na primeira divisão”, disse o treinador paranista.

No início da partida, o Palmeiras procurou pressionar, mas encontrava dificuldades para entrar na zaga tricolor. Só que aos 17 minutos, Bruno Henrique soltou a “bomba” de fora da área, a bola ainda desviou em Rayan e entrou no canto direito baixo: 1x0. O Paraná até tentou reagir na bola parada. Rodolfo, de falta, fez Weverton trabalhar. Thiago Rodrigues também precisou se virar no chute de Arthur e, na sobra, ainda travar com Gustavo Scarpa.

A situação se complicou mesmo aos 40 minutos. Na pressão, após bate-rebate e defesa parcial de Thiago Rodrigues, a bola mais uma vez sobrou para Bruno Henrique, que não perdoou: 2x0. Micale ainda precisou trocar Cléber Reis, com uma torção de tornozelo, por Renê Santos. No intervalo, tirou Alex Santana para a entrada de Torito González. O Paraná melhorou, passou a encaixar melhor as jogadas pelos flancos, especialmente com Silvinho. O atacante, em uma cobrança de falta, aos 11 minutos, carimbou o travessão.

Do outro lado, o interino Wesley Carvalho também mexeu no time e, aos 33 minutos, Lucas Lima definiu o placar. Após escanteio, Thiago Rodrigues tirou de soco. No rebote, o meia palmeirense acertou um sem pulo certeiro, marcando 3x0. Era muito para qualquer tipo de reação. Foi a 9ª derrota nesta Série A.

 

Palmeiras 3x0 Paraná Clube

Palmeiras: Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Thiago Martins e Diogo Barbosa; Bruno Henrique (Thiago Santos), Moisés e Gustavo Scarpa (Hyoran); Artur (Lucas Lima), Willian e Dudu. Técnico: Wesley Carvalho

Paraná: Thiago Rodrigues; Júnior, Cléber Reis (Renê Santos), Rayan e Mansur; Leandro Vilela, Caio Henrique e Alex Santana (Torito González); Rodolfo, Carlos (Iacovelli) e Silvinho. Técnico: Rogério Micale

Local: Allianz Parque (São Paulo-SP)

Árbitro: Wagner Reway (Fifa-MT)

Assistentes: Kleber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)

Renda: R$ 2.565.986,14

Público: 35.776

Gols: Bruno Henrique aos 17’ e aos 40’ do 1º tempo. Lucas Lima aos 33’ do 2º tempo

Cartões amarelos: Diogo Barbosa e Mayke (Palmeiras). Mansur (Paraná)

 

Departamento de Comunicação - PRC