Erro capital

Text Resize

-A +A
Pênalti inexistentes interrompe sequência vitoriosa do Tricolor
Jogo truncado em gramado encharcado.
Divulgação / Figueirense

Um erro absurdo da arbitragem e a chuva intermitente – que castigou o gramado do Orlando Scarpelli – foram os grandes vilões do jogo desta sexta-feira (29). O Paraná Clube não conseguiu superar essas dificuldades e amargou a derrota por 1x0 para o Figueirense, interrompendo a ótima sequência de vitórias (cinco, até então). “É uma pena. O erro foi decisivo para o resultado final do jogo”, lamentou o técnico Matheus Costa, após o primeiro revés como treinador da equipe neste Brasileiro.

O erro em questão foi um pênalti mal assinalado de Igor sobre Patrick, aos 26 minutos de jogo. “O que mais me incomoda é que no retorno do intervalo o árbitro disse que viu o lance no vestiário e que foi pênalti claro”, desabafou Matheus Costa. Na cobrança do pênalti, Henan bateu no canto para vencer Richard: 1x0 para o Figueirense. Antes do gol, quem havia criado a melhor oportunidade havia sido o Paraná. Logo aos 7 minutos, Gabriel Dias foi lançado, driblou o seu marcador e bateu no canto, para a defesa de Saulo.

Mas, a partir do gol, o Figueirense tratou de se fechar e o Paraná, diante de um gramado encharcado, teve muita dificuldade para articular seu jogo. “Nos faltou tranquilidade para fazer as melhores escolhas”, reconheceu Matheus Costa. No segundo tempo, o treinador procurou mudar a dinâmica da equipe, com as entradas de Giovanny, Zezinho e Rafhael Lucas. Mas, a única chance clara para o empate foi um chute de Renatinho, em cobrança de falta, que explodiu no travessão.

“Hoje, não deu. Faz parte. Lamentamos o erro da arbitragem, mas o time lutou. Quero também agradecer ao nosso torcedor, que mesmo com chuva veio em grande número a Florianópolis. Toda essa mobilização, com a venda dos ingressos do jogo do Inter em menos de 48 horas, não ficará sem recompensa no final. Vamos em busca dos objetivos. Um tropeço não vai tirar o nosso foco”, assegurou o presidente Leonardo de Oliveira.

 

Figueirense 1x0 Paraná Clube

Figueirense: Saulo; Dudu, Marquinhos, Henrique Trevisan e João Lucas; Matheus Pereira, Patrick e Marco Antônio (Lucas Silva); Joãozinho, Henan (Nicolas Careca) e Ty Sandows (Dudu Vieira). Técnico: Milton Cruz

Paraná: Richard; Cristovam, Maidana, Eduardo Brock e Igor; Leandro Vilela (Zezinho), Gabriel Dias, João Pedro (Rafhael Lucas) e Renatinho; Vitor Feijão (Giovanny) e Alemão. Técnico: Matheus Costa

Local: Orlando Scarpelli (Florianópolis-SC)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Assistentes: Rodrigo F. Henrique Correa (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)

Renda: R$ 59.760,00

Público pagante: 2.651

Público total: 2.661

Gol: Henan (pênalti) aos 27’ do 1º tempo

Cartões amarelos: Ty Sandows, Dudu, Marquinhos e Henan (Figueirense). Gabriel Dias e Cristovam (Paraná)

 

Departamento de Comunicação - PRC