Força da Vila

Text Resize

-A +A
Paraná Clube confia no retrospecto em seu alçapão
Torcida apoia o time no último treino.
Robson Mafra

O Paraná Clube precisa da vitória, neste domingo, para seguir na briga pelo título paranaense. O jogo frente ao Atlético será às 18h, na Vila Capanema. Após a derrota pelo placar mínimo no domingo passado, o Tricolor terá que vencer por dois ou mais gols de diferença para avançar. No caso de vitória por apenas um gol, mais uma vez irá encarar a definição nos pênaltis. “Não vamos fugir do nosso estilo. Sempre com muita segurança defensiva, mas procurando propor o jogo”, disse o capitão Eduardo Brock.

O jogo é também um tira-teima o rival. Na temporada, foram dois jogos, com uma vitória (ambas por 1x0) para cada lado. “Os dois times se conhecem bem. Vai ser um jogo muito estudado”, acredita o técnico Wagner Lopes, que abriu o último treino para o torcedor, na Vila Capanema. “Foi muito legal. Pudemos sentir o calor da torcida, a confiança que eles têm na gente”. Os torcedores puderam tirar fotos e as crianças também colheram autógrafos e brincaram com os jogadores no gramado.

Formação

No treinamento, Wagner Lopes insistiu nas jogadas ensaiadas em cobranças de faltas, escanteios e na saída rápida para o contragolpe. Além disso, os jogadores também cobraram muitas penalidades máximas. “O time está bem concentrado. Procuramos nos manter à margem daquilo que estava ocorrendo no tribunal, pois sabíamos que teríamos um clássico pela frente. Para nós, nada mudou”, explicou Brock.

Na atividade, Wagner testou um time diferente daquele utilizado na primeira partida dessas quartas-de-final. Mudanças principalmente no ataque, onde Nathan entra na vaga de Robson, que foi expulso na semana passada e cumpre suspensão. Guilherme Biteco também ganha espaço entre os titulares, aumentando o poder de criação da equipe. “Estamos preparados para vencer. Esse é o nosso pensamento e contamos com a força da nossa torcida para nos apoiar nessa missão”, afirmou Biteco.

Invencibilidade

O Tricolor coloca à prova a sua invencibilidade na Vila Capanema. Na temporada, já são 10 jogos disputados no Durival Britto, entre Paranaense, Primeira Liga e Copa do Brasil, com 8 vitórias e 2 empates. O Paraná marcou 17 gols e sofreu apenas 1. No Estadual, o rendimento na Vila é de 100%, totalizando 6 vitórias.

Apito

O jogo deste domingo terá a arbitragem de Rodolpho Toski Marques. Ele será assistido por Luciano Roggenbaum e Júlio César de Souza, com Lucas Paulo Torezin como quarto árbitro.

 

Departamento de Comunicação - PRC