Hora da virada

Paraná Clube enfrenta o Corinthians, atual campeão, no Itaqueirão, em São Paulo
Diego Tavares pode reestrear com a camisa paranista.
Foto: Rodrigo Sanches

O Paraná Clube entra em campo neste sábado (25) – às 19h, no Itaqueirão – na busca pela primeira vitória neste returno do Campeonato Brasileiro. Será a terceira partida sob o comando do técnico Claudinei Oliveira, que vê evolução na equipe após bons desempenhos contra São Paulo e Internacional, líder e vice-líder, respectivamente, da Série A. O adversário desta noite é o Corinthians, atual Campeão Brasileiro. O treinador vê o seu time pronto para surpreender.

“Série A é assim. Não tem respiro. Só grandes jogos e temos que estar preparados para vencer sempre. Não importa a qualidade do adversário”, resumiu Claudinei Oliveira. Em 20º lugar, o Paraná Clube joga contra as estatísticas para se recuperar na competição e fechar o ano livre do Z4. “Alcançando o objetivo, será como um título. É isso que estamos mostrando aos atletas. Cada rodada é uma decisão”, frisou.

Para o jogo de hoje, o treinador não poderá contar com o lateral-direito Júnior (autor do gol de empate diante do São Paulo), suspenso pelo 3º cartão amarelo. A tendência é que Diego Tavares faça a sua reestreia com a camisa tricolor. No ataque, Claudinei não antecipou quem entra, já que Guilherme Biteco está suspenso (e também se lesionou) e Carlos mais uma vez foi vetado pelo Departamento Médico. A escolha do substituto passa pela estratégia de jogo que a comissão técnica irá definir para esta partida.

Retrospecto

A vantagem no histórico dos confrontos é do Corinthians. O clube paulista tem 14 vitórias, contra 4 do Paraná e 8 empates, num total de 26 jogos, pelas Séries A e B do Brasileiro, Copa do Brasil e até o Festival Brasileiro de Futebol, torneio disputado no Mato Grosso do Sul, em 1997. O Timão tem 31 gols assinalados, contra 17 do Tricolor.

Apito

O jogo desta noite terá a arbitragem de André Luiz de Freitas Castro (GO). Ele será assistido por Fabrício Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires. O quarto árbitro será Édson Antônio de Souza, com os adicionais Breno Vieira Souza e Jefferson Ferreira de Moraes. Todos eles vêm de Goiás.

 

Departamento de Comunicação - PRC