Na raça

Paraná Clube faz jogo de superação e vence a primeira nesta Série A
Guilherme Biteco comemora o gol da vitória.
Foto: Geraldo Bubniak

Não faltou entrega. Não faltou superação. E, desta vez, o Paraná Clube conseguiu mandar a bola pra rede e venceu a primeira no Campeonato Brasileiro da Série A. No fechamento da 9ª rodada, o time de Rogério Micale fez 2x1 no Fluminense, para alívio dos paranistas que encararam o frio e a chuva para ver, de perto, o Tricolor em ação.

Além das quatro ausências forçadas – Neris e Jhonny Lucas, suspensos, Cléber Reis e Silvinho, lesionados –, o Paraná entrou em campo com outras duas mudanças: Mansur e Caio Henrique foram para o banco de reservas. Uma atmosfera de tensão, que poderia se intensificar logo aos 5 minutos, quando Carlos sentiu uma lesão no joelho e teve que deixar o gramado. Caio Henrique entrou no time e o Tricolor partiu pra cima do Flu.

Aos 9 minutos, Léo Itaperuna ganhou um presente da zaga carioca, avançou e bateu, mas Gum se recuperou e mandou pela linha de fundo. O Paraná teria a melhor chance aos 25 minutos. Após jogada de Caio Henrique, a bola chegou para Thiago Santos, que mandou um “balaço” na trave. Logo depois, em cobrança de escanteio, Jesiel disparou um voleio e exigiu grande defesa de Júlio César.

No segundo tempo, o Paraná enfim saiu do sufoco. Carlos Eduardo lançou Léo Itaperuna, que foi derrubado na área: pênalti. Thiago Santos, com raiva, bateu e marcou. Pela primeira vez nesta Série A o Tricolor saia na frente. Na comemoração, o camisa 9 “desenterrou” a metralhadora. Com a vantagem, o Paraná se fechou e passou a esperar o erro do Fluminense.

Aos 25 minutos, Júnior arrancou em velocidade, derivou para o meio e bateu forte, para a defesa de Júlio César. O goleiro do Flu faria nova defesa em lance parecido, mas protagonizado por Torito González. Aos 43, Caio Henrique fez a jogada pela esquerda e cruzou para Biteco, que só desviou para o gol: 2x0.

A vitória parecia consolidada, mas aí o Fluminense partiu pra pressão. Aos 47 minutos, Thiago Rodrigues fez grande defesa em cobrança de falta de João Carlos. No minuto seguinte, Pablo Dyego diminuiu, mas foi só. Paraná Clube 2x1. Ufa!

 

Paraná Clube 2x1 Fluminense

Paraná: Thiago Rodrigues; Júnior, Jesiel, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Torito González e Carlos Eduardo (Wesley Dias); Léo Itaperuna, Thiago Santos (Guilherme Biteco) e Carlos (Caio Henrique). Técnico: Rogério Micale.

Fluminense: Júlio César; Renato Chaves, Gum e Luan Peres; Léo (Matheus Alessandro), Jadson (Pablo Dyego), Richard, Sornoza e Marlon; João Carlos e Marcos Júnior (Robinho). Técnico: Abel Braga.

Local: Durival Britto (Curitiba-PR)

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)

Assistentes: Rogério Pablos Zanardo (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)

Renda: R$ 69.525,00

Público pagante: 3.491

Público total: 4.352

Gols: Thiago Santos (pênalti) aos 8’, Guilherme Biteco aos 43’ e Pablo Dyego aos 48’ do 2º tempo

Cartões amarelos: Thiago Santos, Torito González, Jesiel, Rayan, Guilherme Biteco e Wesley Dias (Paraná). João Carlos, Léo e Marlon (Fluminense)

 

Departamento de Comunicação - PRC