No Brinco de Ouro

Text Resize

-A +A
Paraná Clube defende, fora, a sua posição no G4 da Série B
Apronto foi ontem, na Vila Capanema.
Irapitan Costa

A vitória sobre o Londrina-PR valeu ao Paraná Clube o 4º lugar do Campeonato Brasileiro da Série B. Três dias depois da festa da torcida – que lotou a Vila Capanema –, é hora de entrar novamente em campo e defender a posição no G4. O Tricolor encara o Guarani-SP nesta terça-feira (19), às 21h30, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Canpinas. Um bom resultado fora de casa, aliado a um tropeço do Vila Nova-GO pode colocar o time do técnico Matheus Costa na 3ª posição.

“Agora, vem uma tarefa ainda mais difícil: sustentar a posição que alcançamos”, reconheceu Matheus Costa. O treinador preferiu não confirmar a equipe que entra em campo diante do Bugre. O atacante Robson, recuperado de uma lesão de joelho, viajou com a delegação. “Tenho o Vitor Feijão e o Robson para a posição. Vou definir na preleção”, comentou Matheus. A única baixa confirmada é a ausência do volante Gabriel Dias, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Vinícius Kiss foi confirmado na posição.

Na visão de Matheus Costa, o Paraná já tem um esquema bem definido, independente de jogar na Vila ou longe de sua torcida. “É claro que o ambiente, na Vila Capanema, é sensacional. Mas, temos que fazer um bom jogo também fora, como já aconteceu diante do Goiás-GO”, lembrou. O Tricolor, até aqui, soma duas vitórias como visitante nesta Série B. Com os 11 pontos conquistados (nos outros jogos foram 5 empates e 5 derrotas), o clube ocupa a 11ª posição neste quesito.

Retrospecto

O Guarani leva uma ligeira vantagem no histórico dos confrontos. São 8 vitórias, contra 7 do Paraná e 6 empates, nos 21 jogos disputados, pelas Séries A e B do Brasileiro e pela Copa do Brasil. Na artilharia, o Tricolor está à frente, com 21 gols marcados e 20 sofridos. No primeiro turno, em Curitiba, o Guarani venceu por 1x0, na única derrota do Paraná, em casa, nesta temporada.

Apito

O jogo desta noite terá arbitragem do Rio de Janeiro. Bruno Arleu de Araújo apita, assistido por Luiz Cláudio Regazone e Eduardo de Souza Couto. O quarto árbitro será o paulista Aurélio Santana Martins.

 

Departamento de Comunicação - PRC