No Engenhão

Paraná Clube encara o Botafogo, no último jogo fora de casa, em 2018
Nas Laranjeiras, Dado orienta a equipe paranista.
Irapitan Costa

O Paraná Clube faz, nesta segunda-feira (26), o seu último jogo fora de casa neste Brasileirão 2018. Às 20h, o Tricolor encara o Botafogo, no Engenhão. Mais um teste para a garotada paranista, que já mira a próxima temporada. Muitos dos jovens lançados pelo técnico Dado Cavalcanti estarão presentes no elenco para a disputa do Campeonato Paranaense, a partir de 20 de janeiro.

“Estamos buscando, a todo momento, uma evolução. Após as derrotas iniciais, encontramos um equilíbrio maior e, não fossem alguns detalhes, teríamos obtido melhores resultados nos jogos recentes”, destacou Dado Cavalcanti. Uma referência aos erros de arbitragem nos últimos confrontos. O pênalti “duvidoso” que determinou o empate diante do Palmeiras e a penalidade máxima não assinalada para o Tricolor e que representaria mais um ponto frente ao Ceará.

Para o jogo desta noite, mesmo tendo trazido o mesmo grupo que atuou em Fortaleza, o treinador antecipou que irá fazer duas alterações. Uma delas pode ser a entrada do garoto Keslley, novamente como titular. Frente ao Palmeiras, ele teve bom desempenho e marcou o seu primeiro gol pela equipe principal do Paraná. “Tenho gostado do seu desempenho. Ele ficou no banco frente ao Ceará porque houve um desgaste grande no jogo anterior, com gramado pesado”, comentou Dado. A definição da equipe acontece momentos antes do jogo.

Retrospecto

Paraná Clube e Botafogo já se enfrentaram 26 vezes e a vantagem é toda do time carioca. São 10 vitórias do time da estrela solitária, contra apenas 4 do Tricolor. Ocorreram12 empates. Os encontros aconteceram pelas Séries A e B do Brasileiro, pela Copa do Brasil e até por um torneio amistoso, o Festival Brasileiro de Futebol, em 1997. Na artilharia, são 30 gols do Paraná e 38 do Botafogo.

Arbitragem

O jogo desta noite terá o apito de Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG). Ele será assistido por Felipe Alan Costa de Oliveira e Ricardo Junio de Souza. O quarto árbitro será Magno Arantes Lira, com os adicionais Ronei Candido Alves e Wanderson Alves de Souza. O sexteto vem de Minas Gerais.

 

Departamento de Comunicação - PRC