Noite decisiva na Série B

Text Resize

-A +A
Paraná Clube precisa vencer o Luverdense para seguir no G4
Capitão confia na força do grupo e no apoio da nação tricolor.
Irapitan Costa

É noite de decisão. O Paraná Clube recebe o Luverdense-MT nesta sexta-feira (10) – o jogo começa às 21h30, na Vila Capanema – num clima de “tudo ou nada”. Mesmo com duas derrotas seguidas, o Tricolor segue no G4 do Campeonato Brasileiro da Série B e só depende de si para confirmar o acesso, restando apenas quatro rodadas para o fim da temporada. “É matar ou morrer”, cravou o capitão Eduardo Brock, confiante na força do grupo para reagir após os dois deslizes.

“Chegamos até essa condição por méritos próprios e pelo bom futebol demonstrado. Somos competitivos e, nesta reta final, é erro zero”, disse Brock, ciente das dificuldades do jogo desta noite. “Eles jogam pela permanência. Mas, nós temos um objetivo muito maior. Tenho certeza que o torcedor estará ao nosso lado e isso vai, mais uma vez, fazer a diferença”, emendou o zagueiro paranista.

O técnico Matheus Costa preferiu não dar qualquer pista sobre a equipe. Deixou nas entrelinhas a possibilidade de mexer no time, mas terá todos os atletas à disposição. Até mesmo Gabriel Dias, que foi liberado para acompanhar o nascimento da peque Gabriela, no interior mineiro. O volante retornou a Curitiba na noite de terça. “Peço a compreensão de todos, mas o momento é de decisão e não quero dar nenhuma arma ao adversário”, disse Matheus, que comandou um treino fechado na Vila Capanema.

Histórico

Paraná Clube e Luverdense apresentam um retrospecto de muito equilíbrio. Nos 9 jogos realizados, são 3 vitórias do Tricolor, 2 empates e 4 triunfos do time matogrossense. O Paraná marcou 11 gols, contra 12 do rival desta noite. Curiosamente, nunca houve um jogo sem gols entre as equipes, que já se cruzaram pela Copa do Brasil e pelo Brasileiro da Série B.

Arbitragem

O jogo desta noite terá um trio de arbitragem do Rio de Janeiro. Bruno Arleu de Araújo apita, assistido por Luiz Cláudio Regazone e Eduardo de Souza Couto. O paranaense Eduardo Elias Melek será o quarto árbitro.

 

Departamento de Comunicação - PRC