Para manter o serviço

Na Vila, Paraná vem de duas vitórias e dois empates. Hoje, adversário é o Cruzeiro
Torito González: na Vila, Paraná precisa se impor.
Foto: Geraldo Bubniak

O Paraná Clube finaliza nesta quarta-feira (13) a sua participação nesta fase pré-Copa do Mundo do Campeonato Brasileiro. No jogo – às 19h30, na Vila Capanema – frente ao Cruzeiro, a meta é garantir três pontos e, dependendo da combinação de resultados, seguir para o recesso da Série A livre da ZR. Com 9 pontos, o Tricolor aposta na força da torcida para emplacar mais uma vitória.

Após um início marcado por oscilações, o Paraná reagiu e nos últimos quatro jogos em casa obteve dois empates e duas vitórias. O técnico Rogério Micale ainda busca a formação ideal, mas vê o time mais consistente e competitivo. “Mesmo em jogos onde o resultado não veio, jogamos bem. Por isso, temos que minimizar erros e seguir com a nossa proposta de jogo, que está bem assimilada pelos atletas”.

Para o jogo desta noite, a comissão técnica conta com a volta do volante Leandro Vilela, que cumpriu suspensão automática diante do Flamengo. Micale não antecipou o time, mas será obrigado a mexer na zaga, pois Jesiel, com uma lesão na coxa direita está vetado. Para o setor, ele conta com Neris e Cléber Reis, que voltou a ser relacionado, recuperado de uma contusão muscular.

“Temos que entregar tudo dentro de campo neste jogo. Estamos vindo de uma maratona de jogos, mas depois teremos tempo de reocupação. Então, em casa, temos que manter o serviço e encerrar essa etapa com uma vitória”, disse o volante Torito González, um dos destaques da equipe nas últimas partidas. “Será um jogo duríssimo, pois o Cruzeiro tem um time de muita qualidade. Mas, em casa, temos que nos impor”, concluiu o paraguaio.

Histórico

Há um equilíbrio no histórico dos confrontos entre Paraná Clube e Cruzeiro. O Tricolor venceu 8 jogos, contra 10 da Raposa. Foram registrados 5 empates, num total de 23 jogos, por Série A, Sul-Minas e Copa do Brasil. O Paraná fez 32 gols e o Cruzeiro 41. Porém, há um detalhe interessante: o time mineiro não vence o Tricolor desde 2003. Nos últimos 8 jogos, são 6 vitórias do Paraná e 2 empates.

Apito

O jogo desta noite terá a arbitragem de Dewson Fernando Freitas da Silva (PA). Ele será assistido por Heronildo Freitas da Silva e Luís Diego Nascimento Lopes. O quarto árbitro será Rafael Bastos Cardoso, com os adicionais Djonaltan Costa de Araújo e Wasley do Couto Leão. O sexteto vem do Pará.

 

Departamento de Comunicação - PRC