Show Tricolor

Text Resize

-A +A
Torcida dá espetáculo e time faz a festa na Arena da Baixada
Maidana garantiu o único gol da noite.
Paraná Clube/Divulgação

Uma noite mágica e inesquecível para a nação paranista. Com quase 40 mil pessoas na Arena da Baixada – sem contar um grande volume que foi embora por não conseguir ingresso –, o Paraná Clube derrotou o Internacional-RS por 1x0 e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro da Série B. Placar mínimo para um jogo “gigante”, onde estiveram frente a frente dois clubes que caminham firmes para o tão sonhado acesso.

Houve quem duvidasse. Mas, estes, acabaram ajudando ainda mais na mobilização do torcedor paranista. O Paraná Clube saiu vencedor, fortalecido e definitivamente “calou quem duvidada” da força da sua nação. Com bandeiras, mosaicos e sem parar de cantar, a torcida tricolor empurrou o time à sua vitória mais emblemática, diante do líder da competição. O Inter vinha de uma sequência invicta, mas sucumbiu diante de um time pra lá de aplicado.

Com Vinícius Kiss no meio-campo e Robson no ataque, o Paraná veio com uma proposta de fazer o seu jogo, com posse de bola e transições rápidas. Com a constante mobilidade de Gabriel Dias, o Tricolor confundia a marcação adversária. Aos 19 minutos, após cruzamento de Dias, Robson ajeitou, mas bateu fraco. Logo depois, Alemão arriscou de fora, mas mandou pela linha de fundo. O Inter, a rigor, só ameaçou em um chute de Sasha, que Richard foi buscar no ângulo esquerdo.

Aos 41 minutos, na cobrança de escanteio de Renatinho, Maidana subiu mais que toda a zaga colorada e mandou pra rede, sem chance de defesa para Danilo Fernandes: 1x0. Explosão da torcida que lotou a Arena: 30.414 vozes empurrando o time do início ao fim. A vantagem só não foi maior porque o árbitro não marcou, nos acréscimos, um pênalti claro em Robson. O Paraná foi para o vestiário em clima de festa. “O que essa torcida está fazendo não tem preço. Jogamos por ela e vamos buscar manter esse ritmo no segundo tempo”, disse o capitão Eduardo Brock.

No segundo tempo, o Inter veio pra pressão. Aos 7 minutos, Damião acertou a trave. No lance seguinte, o mesmo Damião arriscou uma bicicleta, mas Richard defendeu sem problemas. Matheus Costa mexeu no time e procurou acertar a marcação no meio-campo com Jhony. Depois, apostou na velocidade de Vitor Feijão. Mas, quando o jogo apertou, compactou ainda mais o meio-campo com a entrada de Luiz Otávio. Aí, só administrou a vantagem até o apito final. Vitória consagradora e que valeu a 2ª posição para o Tricolor.

 

Paraná Clube 1x0 Internacional

Paraná: Richard; Cristovam, Maidana, Eduardo Brock e Igor; Vinícius Kiss, Gabriel Dias, João Pedro (Jhony) e Renatinho (Luiz Otávio); Robson e Alemão (Vitor Feijão). Técnico: Matheus Costa.

Internacional: Danilo Fernandes; Cláudio Winck (Juan), Danilo Silva, Léo Ortiz e Uendel; Rodrigo Dourado (Charles), Edenílson, D’Alessandro e Nico Lopez; Sasha (Camilo) e Leandro Damião. Técnico: Guto Ferreira.

Local: Joaquim Américo (Curitiba-PR)

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)

Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Daniel Luís Marques (SP)

Renda: R$ 1.224.660,00

Público: 39.414

Gol: Maidana aos 41’ do 1º tempo

Cartões amarelos: Richard, Igor, Gabriel Dias e Jhony (Paraná). Cláudio Winck e D’Alessandro (Inter)

 

Departamento de Comunicação - PRC