Vale a classificação

Text Resize

-A +A
Paraná Clube defende vantagem diante do Vitória
Tricolor invicto no Durival Britto
Robson Mafra

O Paraná Clube entra em campo hoje à noite em busca da classificação para as oitavas-de-final da Copa do Brasil. Apesar do bom jogo em Salvador (o técnico Wagner Lopes deixa a vantagem de lado e projeta um time competitivo para defender a invencibilidade na Vila Capanema. A partida contra o Vitória-BA está programado para 19h30, na Vila Capanema e a expectativa é de casa cheia. “Esse apoio tem sido fundamental. Há uma sinergia entre time e torcida e isso tem nos levado a essa ótima campanha como mandantes”, destacou o técnico Wagner Lopes.

Em 2017, o Tricolor disputou 11 jogos no Durival Britto, com um desempenho excelente: 81,81%. São oito vitórias e três empates, até aqui. “Isso é fruto da nossa concentração, da aplicação em cada jogo. Por isso, temos que manter a mesma postura apresentada até aqui. Com humildade, marcando forte do início ao fim”, disse o volante Alex Santana, que hoje retorna ao time, após cumprir suspensão. “Não podemos relaxar. Vencemos o primeiro tempo desse confronto, mas em 90 minutos muita coisa pode acontecer. Atenção é a palavra chave”, completou Wagner Lopes.

Escalação

O treinador paranista não antecipou a formação que colocará em campo hoje. “O Alex Santana volta”, cravou, enigmático. Na prática, ele ainda dependia de uma palavra final do departamento médico sobre o volante Gabriel Dias. “Ele está com o tornozelo roxo, devido a um trauma. Vamos esperar”, frisou. Se Gabriel é dúvida, Leandro Vilela está fora da partida. O volante sofreu uma lesão muscular no primeiro jogo frente ao Vitória e segue em tratamento. Outros jogadores que estão no departamento médico: Vitor Feijão, Igor, Matheus Carvalho e Felipe Alves.

Regulamento

Com a vitória por 2x0, no Barradão, o Paraná Clube pode até perder por um gol de diferença que mesmo assim se classifica para as oitavas-de-final. O rubro-negro baiano precisa fazer pelo menos dois gols de vantagem, a partir de 3x1, para se garantir no tempo regulamentar. Caso o Vitória faça 2x0, a definição da vaga será nos pênaltis.

Retrospecto

Os números históricos dão ampla vantagem ao Paraná Clube neste confronto. Como mandante, são 8 vitórias contra 2 empates e 2 derrotas. Há também outro detalhe: as derrotas para os baianos, jogando em Curitiba, foram pela diferença mínima (2x1, em 1997, e 1x0, em 2015), placares que também colocariam o Tricolor na próxima fase da Copa do Brasil.

Apito

O jogo desta noite terá a arbitragem de Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG). Ele será assistido por Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Pablo Almeida da Costa (MG). O quarto árbitro escalado é Paulo Roberto Alves Júnior (PR).

 

Departamento de Comunicação - PRC