Bola parada decide

Paraná Clube vacila em escanteio e falta. Sport faz 2x1, na Vila Capanema
Jhonny Lucas marcou no final, mas não deu.
Foto: Geraldo Bubniak

O Paraná Clube não conseguiu traduzir volume de jogo em bola na rede. A maior posse de bola (70% a 30%) e o número de finalizações (29 a 10) não foram suficientes. O Sport, em dois lances de bola parada, definiu o jogo e venceu por 2x1, neste domingo, na Vila Capanema. O Tricolor segue, assim, na última colocação, após três rodadas da Série A do Campeonato Brasileiro. O próximo jogo será diante da Chapecoense, em Santa Catarina.

Precisando do resultado, o Paraná ameaçou uma pressão inicial. Mas, logo aos 8 minutos, o time pernambucano abriu o placar. Na cobrança de escanteio, desvio na primeira trave de Fellipe Bastos e Rogério entrou livre para marcar: 1x0. O Tricolor partiu em busca do empate e, aos 18 minutos, Jhonny Lucas mandou um chutaço por cima do travessão. O time de Micale ainda teria boas oportunidades com Raphael Alemão, Carlos e Silvinho, mas sem sucesso.

No final, aos 40, Cléber Reis fez um ótimo lançamento para Carlos, que entrou em velocidade e desviou, mas o toque foi fraco e Maílson conseguiu salvar. Micale arriscou tudo no intervalo, com as entradas de Marcelo Baez e Matheus Pereira. Mas, levou um duro golpe aos 3 minutos. Marlone, de falta, acertou o ângulo do estreante David, que nada pode fazer: 2x0.

O Paraná, mesmo visivelmente nervoso, tentou de tudo para mudar o cenário ruim. Mas, bem postado, o Sport foi deixando o tempo passar. Aos 44 minutos, porém, o Tricolor conseguiu fazer o seu primeiro gol no Brasileirão. No cruzamento de Matheus Pereira, Carlos cabeceou, Maílson defendeu e, na sobra, Jhonny Lucas mandou pra rede: 2x1. Nos acréscimos, Alemão ainda teve uma boa chance para empatar, mas, o jogo terminou assim, com a terceira derrota do Paraná na competição.

 

Paraná Clube 1x2 Sport

Paraná: David; Alemão, Jesiel, Cléber Reis e Rayan (Marcelo Baez); Wesley Dias (Matheus Pereira), Jhonny Lucas e Caio Henrique; Raphael Alemão (Luan Viana); Carlos e Silvinho. Técnico: Rogério Micale.

Sport: Maílson; Raul Prata, Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Anselmo, Neto (Ferreira) e Fellipe Bastos; Andrigo (Cláudio Winck), Rogério (Carlos Henrique) e Marlone. Técnico: Claudinei Oliveira.

Local: Durival Britto (Curitiba-PR)

Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)

Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor (RS) e Maurício Coelho Silva Penna (RS)

Renda: R$ 172.105,00

Público pagante: 7.604

Público total: 8.490

Gols: Rogério aos 8’ do 1º tempo. Marlone aos 3’ e Jhonny Lucas aos 44’ do 2º tempo

Cartão amarelo: Jesiel (Paraná). Ferreira (Sport)

 

Departamento de Comunicação - PRC