Decisão na Vila

Paraná Clube precisa da vitória, com apoio de sua torcida, diante do lanterna
Richard deve retornar ao time titular do Tricolor.
Foto: Rodrigo Sanches

O jogo desta tarde – às 16h, na Vila Capanema – ganha contornos de decisão. O Paraná Clube, mesmo tendo bons números como mandante, segue na ZR e, agora, encara um adversário direto na luta pela sobrevivência na Série A do Campeonato Brasileiro. Em19º lugar, o time do técnico Rogério Micale encara o Ceará-CE, lanterna da competição. “Não tempos outra opção. Temos que vencer não só o Ceará, mas também o Botafogo, na próxima rodada”, cravou o comandante paranista.

Rogério Micale sabe que precisa fechar essa primeira etapa da competição perto dos 20 pontos, para conseguir, no segundo turno, o objetivo traçado desde o início do ano. No duelo desta tarde, o treinador ganha reforços importantes. Além do meia Nadson, que não enfrentou o Palmeiras-SP devido à uma fadiga muscular, ele terá como opções os recém-contratados Maicosuel e Rafael Grampola. “Precisamos melhorar nosso poder de fogo e esses dois atacantes têm como virtude a qualidade na finalização”, ponderou Micale.

Durante a semana, o treinador fez várias mudanças ao longo dos trabalhos táticos e não antecipou o time que inicia a partida. Sem Cléber Reis, lesionado, deve escalar Renê Santos na zaga. Na lateral-esquerda, Igor pode reaparecer entre os titulares, recuperado de um edema muscular na coxa. Mas, do meio-campo pra frente, as dúvidas existem. Com a volta de Nadson, a tendência é a saída de um dos volantes. Porém, a mudança pode ser ainda mais profunda, inclusive com a entrada de Richard na meta. A definição do time ocorrerá somente uma hora antes do jogo.

Retrospecto

Paraná Clube e Ceará se encontram hoje pela primeira vez num Campeonato Brasileiro da primeira divisão. Todos os 20 jogos realizados até aqui foram pela Copa do Brasil ou pela Série B. O Tricolor leva a vantagem, com 6 vitórias, contra 4 dos cearenses. Houve ainda 10 empates. O Paraná nunca perdeu para o rival, na condição de mandante. Na artilharia, são 27 gols do Tricolor, contra 24 do Vozão.

Arbitragem

O jogo de hoje terá o apito de Grazianni Maciel Rocha (RJ). Ele será assistido por João Luiz Coelho de Albuquerque e Thiago Henrique Neto Correa Farinha. O quarto árbitro será Daniel de Oliveira Alves Pereira, com os adicionais Rafael Martins de Sá e Daniel de Sousa Macedo. Todos vêm do Rio de Janeiro.

 

Departamento de Comunicação - PRC