Pelos três pontos

Text Resize

-A +A
Paraná Clube prega respeito diante do rebaixado Santa Cruz, no Recife.
Último treino do Tricolor foi no CT do Náutico.

O Paranbá Clube tem ela frente, nesta terça-feira (14), mais um jogo chave para o seu futuro dentro do Campeonato Brasileiro da Série B. O Tricolor precisa voltar a vencer longe de sua torcida para se manter no G4 da competição, restando apenas três rodadas para o encerramento da temporada. O adversário é o Santa Cruz-PE – às 21h30 (horário de verão), no estádio do Arruda –, já rebaixado para a terceira divisão nacional.

Apesar do cenário lamentável do time pernambucano – que chegou a ameaçar não entrar em campo, por conta dos salários atrasados –, o técnico Matheus Costa exige seriedade e concentração total. “Não podemos cair nessas armadilhas. Aconteceu recentemente. O ABC estava em situação parecida, foi pro jogo e fez 3x0 no Londrina”, recordou o treinador paranista. “Temos que estar atentos a tudo, pois o Santa Cruz vai jogar sem compromisso, sem pressão. É um adversário perigoso”, frisou.

O treinador comandou na tarde de segunda-feira, no CT do Náutico, o último treinamento para esta decisão. Mais uma vez, preferiu não antecipar a formação. “Podemos repetir o time utilizado na rodada passada. Mas, não tem nada definido”, disse. Rayan e Vitor Feijão, novidades diante do Luverdense-MT podem ser mantidos. Mas, a comissão técnica conta com outras opções, como o atacante Felipe Alves, recuperado de uma lesão no ombro. “Só há uma certeza. Precisamos da vitória e vamos atrás desses pontos”, afirmou o atacante Robson.

Retrospecto

O Tricolor leva uma ampla vantagem sobre o Santa Cruz no histórico dos confrontos. Em 10 jogos realizados – pelas Séries A e B do Brasileirão –, são 7 vitórias do Paraná, 1 empate e 2 vitórias do time pernambucano. Na artilharia, são 24 gols do representante paranaense, contra 15 do Santa.

Arbitragem

O jogo desta noite terá um trio de arbitragem de Minas Gerais. Ricardo Marques Ribeiro (Fifa) apita, assistido por Guilherme Dias Camilo e Sidmar dos Santos Meurer. O quarto árbitro será Wanderson Alves de Souza, também mineiro.

 

Departamento de Comunicação - PRC